O pigmento é básico para artistas, este tutorial foi concebido para compreender a complexidade das cores e as pinturas como são vendidas nas lojas, bem a modo de uma pequena guia para o fabrico de diferentes pinturas a partir do pó de cor.

                                                           

Comecemos por lançar as bases… O que é uma cor? Normalmente, as cores são compostas por:

Pigmento: dá a intensidade à cor. A tonalidade final depende da qualidade do pigmento, da quantidade e sobretudo do processo de moagem: quanto mais fino for um pigmento moído, mais revelará a intensidade total da sua cor. Para mais informações, consulte o nosso tutorial sobre o que é um pigmento.

Aglutinante: quer seja cola ou goma, forma, juntamente com o pigmento, os elementos essenciais que compõem uma tinta. Com o aglutinante os elementos que compõem a tinta são integrados e dão a textura necessária para trabalhar com eles.

Diluente ou solvente: é o componente que permite definir a viscosidade da tinta. Estes elementos evaporam-se durante a secagem da tinta para que a cor seja fixada ao trabalho.

Aditivos: estes são opcionais, mas certamente essenciais nas tintas comerciais. Este tipo de aditivos condicionará se uma tinta for mate, brilhante, de secagem rápida, a sua liquidificação, etc..

Dependendo do tipo de pintura que pretendemos obter, teremos de trabalhar com uma ou outra proporção, mas em linhas gerais trataremos agora dos tipos de aglutinantes e componentes que precisaríamos de unir com pigmento para obter estes tipos de pinturas.

                                                       

Cores à base de água

Para aguarela, guache ou guache, é necessário adicionar um produto higroscópico, como a glicerina, para adiar o processo de secagem e suavizar a pincelada. Um antifermento é necessário para a conservação do adesivo de origem animal ou vegetal, que deve também ser adicionado à preparação para evitar a podridão.

Cores a óleo

Para fazer cores de óleo, o azeite de linhaça clarificada ou óleo de açafroa é utilizado de preferência para todas as cores, exceto para brancos e cores muito pálidas para as quais o óleo de papoila é recomendado. Deve ter-se o cuidado de não colocar azeite de mais, pois quanto mais tempo a moagem for prolongada, mais fluida a mistura se torna.

Cores acrílicas

As pinturas acrílicas são compostas por pigmentos e uma emulsão de água e polímeros acrílicos. A tinta acrílica é miscível em água e é utilizada em muitas superfícies. Caracteriza-se também pela sua secagem rápida e pela sua indelebilidade.

A natureza química dos produtos é muito diferente de um pigmento para outro, pelo que é conveniente adaptar as dosagens indicadas a continuação. Estas dosagens foram-nos fornecidas por SENNELIER como indicação. Não são uma garantia de exatidão, nem queremos que comprometa nem nós nem a marca que forneceu as dosagens.

Para 100g de pigmento em pó

Cor à base de óleo:

30 a 100g de óleo (linhaça, açafroa ou papoila)

2 a 3g de secagem Courtrai

para adicionar mais corpo à pasta, podemos adicionar 1 a 3g de cera de abelha purificada.

                                                           

Cor aguarela:

50 a 100g de goma-arábica em solução a 35%

10 a 15g de glicerina

1g de agente conservante (anti-fermento)

                                                          

Cor guache:

50 a 100g de goma-arábica em solução a 35% ou dextrina loira

8 a 10g de glicerina

1g de agente conservante (anti-fermento)

                                                          

Cor acrílica:

75 a 200g de aglutinante acrílico

1g de agente conservante (anti-fermento)

5 a 20g de água, se necessário para ajustar a consistência

                                                         

Como dissemos, isto é apenas um guia para podermos experimentar até encontrarmos as soluções certas para fazer cores de pigmentos.

Comments (0)

Product added to wishlist

Para poder prosseguir com a utilização da nossa loja online necessitamos que aceite os nossos Termos e Condições e a nossa Politica de Cookies.